Predosa e Kallio continuam na RED BULL KTM em 2021

Pilotos serão a base da equipe para os testes da promissora KTM RC16

Predosa e Kallio continuam na RED BULL KTM em 2021
Fotos: KTM Press Service



A Red Bull KTM renovou os contratos com os antigos vencedores do Grande Prémio Dani Pedrosa e Mika Kallio para formar a espinha dorsal da equipe de testes do MotoGP ™ para 2021 e continuar a trabalhar na evolução da promissora KTM RC16.

Kallio, de 38 anos, tem sido uma peça importante da equipe de desenvolvimento do MotoGP por meia década. The Fin estreou a KTM RC16 no Grande Prêmio de la Comunitat Valenciana de 2016 e completou participações como wild card e funções substitutas em corridas desde 2017; notavelmente contestando seis rodadas com a Red Bull KTM Factory Racing em 2019 e a rodada final da campanha de 2020 para a Red Bull KTM Tech3.

Pedrosa, de 35 anos, juntou-se à equipe KTM após se tornar em 2018, um dos mais condecorados pilotos de MotoGP da era moderna. O espanhol trouxe 13 anos de experiência na primeira divisão na classe rainha para o projeto KTM MotoGP.

O trabalho de Kallio e Pedrosa e a equipa de testes ajudaram a KTM a ganhar três Grandes Prémios com dois pilotos diferentes em 2020 e a registar oito pódios graças ao avanço e potencial da KTM RC16.

Mika Kallio: “É ótimo continuar este projeto. Já se passaram cinco anos com essa tripulação e não posso acreditar que o tempo passou tão rápido. Tem sido gratificante ver o desenvolvimento da moto e todas as fases que nos trouxeram até aqui. Principalmente em 2020 com vitórias e pódios; tem sido incrível. É bom ver todo o trabalho duro e dedicação valendo a pena para todos os envolvidos no projeto. Trabalho com a KTM há onze anos durante a minha carreira, o que é basicamente metade do meu tempo nas corridas. KTM é a minha segunda família e tenho orgulho e tenho o privilégio de continuar a estar nesta empresa. Penso que os resultados deste ano motivam tanto a tripulação como os pilotos para um 2021 ainda melhor, por isso já estou ansioso pela próxima época. Acho que agora temos o que é preciso para lutar no topo".

Dani Pedrosa: “A KTM está muito interessada em continuar a melhorar e estou muito contente por continuar a trabalhar com eles e a ajudar os seus pilotos a atingirem objectivos maiores. Quero agradecer a Pit Beirer, Stefan Pierer e Red Bull por toda a confiança que depositaram em mim".

Pit Beirer, Diretor de KTM Motorsports: “Estamos satisfeitos por poder manter a estabilidade e todo o conhecimento que temos com nossa equipe de testes atual. Em 2020, pudemos mostrar o quão bem e quão rápido estamos trabalhando nos bastidores do nosso programa de MotoGP e as contribuições de Mika e Dani foram importantes no progresso que fizemos. Passaram-se apenas quatro anos, mas dá a toda a empresa muito orgulho e entusiasmo ser capaz de definir novos objectivos e de fazer mais memórias no MotoGP".

 

Crédito: KTM Racing Newsletter