Motul faz doação de oxigênio para Manaus

As recargas de cilindros de oxigênio são para população carente, que está em tratamento em suas residências.

Motul faz doação de oxigênio para Manaus






A situação crítica diante da falta de insumos hospitalares e oxigênio para socorrer as vítimas do novo coronavírus em Manaus (AM) acendeu o alarme de diversas instituições no Brasil. Para amenizar o problema, que atinge milhares de pessoas na maior cidade da região Norte do país, a Motul, empresa francesa especializada em lubrificantes e fluidos de qualidade para motores de alta tecnologia, juntou esforços ao seu time e fez uma doação de R﹩ 35 mil para a Cruz Vermelha Brasileira, entidade na linha de frente no combate à Covid em todo o território nacional.

O montante doado será revertido em recargas de cilindros de oxigênio usados pelos moradores de áreas periféricas da capital amazonense, que estão em tratamento em suas casas, por conta da falta de leitos hospitalares na região.

"Acreditamos que podemos fazer nossa parte no combate ao coronavírus. Apenas com o envolvimento de todos conseguiremos superar esta crise, considerada a maior de todos os tempos", diz Guillaume Paillaret, CEO da Motul Brasil. "Nos sentimos na obrigação de fazer algo para ajudar a minimizar os efeitos desse problema tão urgente e grave que assola o país, que nos recebeu tão bem e se tornou nossa casa. Por isso, convidamos todos os nossos colaboradores a agir e juntos arrecadamos um valor bastante expressivo, que certamente fará a diferença e impactará a vida de muitas pessoas. Apoiar o combate ao coronavírus é retribuir à sociedade, é ser humano", finaliza.