Harley celebra os 80 anos da Bike Week

Como vários outros grandes eventos de motociclismo, a Bike Week remonta a uma corrida de motocicletas: neste caso, a Daytona 200, há muito sancionada pela American Motorcyclist Association (AMA)

Harley celebra os 80 anos da Bike Week
Encarte da vitória de Joe Leonard em Daytona, 1947.






A areia e o surfe, o inverno quente ou, quem sabe, a emoção da primeira corrida de motocicleta no litoral podem ter sido os responsáveis por dar a Daytona o título de sede da Bike Week. As atividades animadas que acontecem por conta do evento também podem ser o motivo que atrai tantos motocicletas há mais de 80 anos. Seja lá qual for a razão, a Bike Week tem sido uma tradição do motociclismo desde 24 de janeiro de 1937, sendo hoje considerada por pilotos de todo o mundo como o marco "oficial" do início da temporada de pilotagem. 

* Ben Capanelle em Daytona 1941

Assim como vários outros grandes eventos de motociclismo, a Bike Week começou como uma corrida de motocicletas: neste caso, a Daytona 200, sancionada pela American Motorcyclist Association (AMA) há muito tempo. O autódromo original usava exclusivamente a característica homônima de Daytona Beach, a faixa de areia compactada entre o Oceano Atlântico e a estrada pavimentada, hoje conhecida como State Road A1A - para receber uma corrida de resistência de 200 milhas e testar a força do homem e da máquina. Nos primeiros anos, os moradores locais chamavam a Daytona 200 de "Handlebar Derby". 

Confira as principais curiosidades dos últimos 20 anos deste evento:

2001: O cineasta de Los Angeles Randall Wilson filmou o documentário Glory Road: The Legacy of the African-American Motorcyclist para a Corporation for Public Broadcasting durante o encontro Black Bike Week. O aclamado cineasta considera a atmosfera descontraída da Second Avenue um "giro de 180 graus" do comercialismo crasso, machismo e sexismo aprimorado pelo silicone presentes na Main Street. 

2002: Willie’s Tropical Tattoo em Ormond Beach sedia a primeira Old Time Chopper Show, evento que cresceu e se tornou uma das exposições de motos vintage mais esperadas e frequentadas do país. 

2005: Bruce Rossmeyer abriu a concessionária Destination Daytona de mais de 9.000 metros na Interstate 95, em Ormond Beach, tornando este o principal local de sua crescente rede de concessionárias e um destino imperdível da Bike Week, com entretenimento, exposições de motocicleta e centenas de vendedores no campus de 60 hectares.

2006: Buell Motorcycle Company inscreve três motocicletas XBRR na Daytona 200. 

2008: The Limpnickie Lot, um grupo de jovens customizadores e entusiastas que mistura choppers old school, hot rods e kustom kulture, monta acampamento no parque de skate Stone Edge em Daytona Beach, tornando este um ponto focal para uma nova geração de participantes da Bike Week. 

2009: Danny Eslick coloca um Buell®️ 1125R na pole da Daytona 200. 

2010: Depois de ter o Estádio Municipal como lar por mais de duas décadas, a corrida Daytona Short Track de abertura da temporada da AMA mudou para um novo oval de 600 metros, construído para esse fim, situado fora das curvas 1 e 2 do Daytona International Speedway (DIS). Em 2017, a pista foi transferida para o campo interno do oval do DIS e se tornou um TT em terra e asfalto com curvas para a esquerda e direita e um obstáculo no meio. 

2011: Scott Russell, pentacampeão da Daytona 200, entrou na série AMA XR1200 em uma motocicleta XR1200 patrocinada pelo Harley Owners Group®️. 

2017: O construtor de bicicletas personalizadas Billy Lane promove a primeira corrida de motocicletas Sons of Speed Vintage no New Smyrna Speedway, trazendo para a Bike Week o estilo e o espírito das corridas de motocicletas anteriores a 1925. 

2018: O piloto de acrobacias Doug Danger, um protegido do lendário saltador Evel Knievel, faz um salto de exibição no Daytona International Speedway para abrir a temporada da American Flat Track. Em 2021, Danger planeja quebrar o recorde mundial de 18 ônibus no Dia dos Pais, pilotando uma das motocicletas originais de Knievel. 

2020: Rolling Project Odyssey, do The Wounded Warrior Project, visita a Bike Week como parte de um passeio de motocicleta e sessão de terapia patrocinados pela Harley-Davidson para veteranos feridos que sofrem de transtorno de estresse pós-traumático e lesões cerebrais traumáticas. 

Desde o início, a Harley-Davidson faz parte do crescimento e sucesso da Bike Week, entrando e ganhando corridas, exibindo seus produtos para os visitantes e, é claro, produzindo a motocicleta preferida da grande maioria dos pilotos competidores. 

Hoje, a Bike Week se tornou um festival de 10 dias que alcança toda a região nordeste da Flórida. Com centenas de eventos dedicados a quem é apaixonado por motocicletas, a Bike Week agora recebe centenas de milhares de visitantes anualmente e é apreciada por moradores e entusiastas de motocicletas do mundo inteiro.

E para comemorar a 80ª edição da Bike Week de Daytona, a Harley-Davidson construiu uma motocicleta Road Glide®️ especialmente para a temática de Daytona.