GAS GAS apresenta linha de Trial 2020

GAS GAS apresenta linha de Trial 2020






A tradicional fabricante espanhola GAS GAS apresentou oficialmente sua linha 2020 de modelos voltados à prática do Trial. A nova gama TXT RACING 2020 é fruto das evoluções necessárias para que a equipe de fábrica mantenha-se competitiva nas exigentes provas do Campeonato Mundial de Trial.

A fábrica garante que realizou melhorias na embreagem e nos freios. As suspensões também contam com novos ajustes.

Em termos de design, o objetivo da fabricante catalã foi deixar suas motos 2020 mais agressivas. Realmente ficaram belíssimas e fica a lamentar apenas o fato que praticamente não há importações de motos de trial para o Brasil nos últimos tempos. A cor vermelha ficou ainda mais forte nas motos.

Sem dúvida o modelo é bastante minimalista, mostrando que a luta por menor peso é uma constante a cada ano.

Os modelos 2020 passaram por um novo arranjo do centro de gravidade, permitindo maior tração. O bem conhecido e comprovado amortecedor Öhlins de duas câmaras é acompanhado por um link que alcança a estabilidade perfeita para controlar o aumento da transmissão de torque da roda traseira até o solo, mesmo nas situações mais desafiadoras.

Também foram realizadas melhorias no braço oscilante, que teve sua leveza mantida igual, porém ficou mais resistente.

A realocação do centro de gravidade, segundo os pilotos de fábrica, deixou a moto ainda mais previsível. A moto conta com uma inovadora “ponte suspensa” sobre o paralama dianteiro, proporcionando um melhor ponto de ancoragem.

A nova linha TXT 2020 da GAS GAS conta agora com um protetor na coroa, evitando que os dedos do piloto passem por dentro da coroa, fato que infelizmente gera algumas amputações de dedos nas motos, especialmente quanto a moto é colocada sobre uma carretinha ou carroceria da pick-up. Confira em uma das fotos desta matéria.

Motor com DNA
O conhecido motor 2 tempos da GAS GAS nasceu para a prática do trial, e conta com um genuíno sistema de embreagem, com discos revestidos em kevlar. Eles contam com uma nova mola e possuem pré-carga variável, o que oferece a possibilidade de ajustar a tensão da embreagem às preferências do piloto.
Ao pilotar nas baixas rotações, a sensibilidade do acelerador ficou significativamente melhorada, alterando a distribuição e a densidade da fibra no final da exaustão, melhorando também o som característico da TXT. Aliás, a ponteira de escape ficou ligeiramente menor, contribuindo para que as motos pesem nada mais que 67,5 quilos.
Voltando ao motor, ele agora conta com um novo virabrequim, mais livre, projetado para que o motor suba com força, mesmo nos degraus mais difíceis, encaixando-se perfeitamente nas técnicas mais especializadas para a prática do trial.

ESPECIFICAÇÕES CURIOSAS

As motos de trial são um tanto quanto diferentes das de enduro e de motocross. Entre as diferenças importantes, além do peso, já citado, está o tanque de combustível, com capacidade para apenas 2,4 litros. Os discos de freio também são pequenos, com 150mm na traseira e 185mm na dianteira. O curso da suspensão dianteira é de 180mm e a altura do assento é de apenas 630mm, aliás, que assento?

Enfim, uma super máquina, divertida, que permite evoluir as técnicas off-road, especialmente para quem deseja um bom desempenho no Hard Enduro.