Freeman mantém liderança no EnduroGP

Piloto da Beta se mostrou determinado e conseguiu se manter no lugar mais alto do pódio

Freeman mantém liderança no EnduroGP
Fotos: Beta Motor






O motoclub Redmoto projetou uma corrida aparentemente fácil à primeira impressão, em um percurso quase todo plano. No entanto, as pistas tornaram-se muito traiçoeiras pelas características do terreno: arenoso e cheio de buracos no Enduro Test, muito poeirento na pista de motocross onde decorreu o Cross Test e particularmente duro no Extreme. O último foi um teste muito rápido e longo, com duração de mais de sete minutos.

  • Brad Freeman veio a Kuressaare com a placa de ouro do líder do Enduro GP e ao longo do fim de semana, o britânico mostrou toda a sua tenacidade e determinação.
  • No dia da estreia, Brad Freeman fez uma corrida consistente, tentando não cometer grandes erros que pudessem comprometer o resultado da corrida.
  • Sua pontuação final foi um primeiro lugar na E3 e um segundo lugar no Enduro GP, a menos de nove segundos do vencedor.

No dia seguinte Freeman começou com muita determinação, registrando tempos muito bons desde as primeiras provas especiais. A batalha pelo primeiro lugar foi emocionante. Brad esteve na primeira posição durante todo o dia, mas infelizmente no final perdeu a primeira posição do GP de Enduro por apenas 0,45 segundos devido a alguns erros. O piloto britânico reforçou sua liderança no campeonato para 17 pontos sobre seus rivais.

Uma temporada difícil para Steve Holcombe neste momento, o piloto ainda se recupera de uma lesão sofrida em Portugal, onde quebrou uma das costelas, e na Estônia sofreu uma nova lesão no tornozelo. Por isso foi muito cauteloso durante toda a corrida. O objetivo de Steve no fim de semana era, portanto, coletar o máximo de pontos possível e sua pontuação final é de dois quartos lugares na classe E2.

Brad Freeman: “Não nego que a derrota dói mas essas são as corridas, às vezes você festeja as vitórias que chegaram na última especial e às vezes perde bem no final. Continuamos a liderar o GP de Enduro e aumentamos a vantagem e a liderança em a classe E3."

Steve Holcombe: “2021 começou com uma má estrela, também aqui na Estónia sofri uma lesão e fiz uma corrida difícil, complicada e longe do pódio e das minhas possibilidades. Infelizmente não há nada que possa fazer a respeito e espero recuperar para o GP sueco."

O campeonato mundial de enduro vai agora para Skovde, onde um incomum GP da Suécia será disputado na sexta-feira, 23 e no sábado, 24 de julho, enquanto o super teste está agendado para quinta-feira, 22 de julho.

 

Crédito: Beta Motor