Cada vez mais caras

Com a alta constante do Euro em relação ao Real, as motos gringas estão chegando a valores impressionantes. Mas... e o CKD?

Cada vez mais caras






Que nosso esporte envolve paixão, todos sabemos. E é precisao ser cada vez mais apaixonado - além de outros adjetivos - para manter a garagem com uma moto nova. 

A mais recente tabela de preços de motos KTM, divulgada por um dos concessionários oficiais da marca, mostra a que ponto o Euro, cotado acima de R$ 6,50 reais, tem impactado o mercado. Veja: 

"Sem condições né... queria muito pular para o modelo mais novo... mas não tem como isso acontecer... pelo menos nesse momento", foi a mensagem enviada por Gustavo Jottinha Oliveira, leitor de PRÓ MOTO. 

Veja a seguir quanto variou o Euro frente ao real, neste ano de 2020. 

E não é apenas o mercado de motos novas que sofre. Os acessórios, em grande parte importados, sofrem com altas segidas nos preços. 

"O Euro e o Dólar estão quase impraticáveis. O que tudo aqui já chegava caro em relação aos outros países, agora ficou absurdo. Aumentos em torno de 40% em relação aos preços de Dezembro. Mas não tem o que fazer, acredito que por um bom tempo vamos ter o Euro nesse patamar." comentou Fabio Antunes, da Brasil Racing, uma das mais importantes empresas de peças e acessórios no País.

Publicamos esta informação na página oficial da PRÓ MOTO NO FACEBOOK - clique e acompanhe. Alguns usuários colocaram opiniões: 

"Mas as Ktm não são montados na fábrica da dafra na zona fraca de Manaus, pensávamos quê seria igual a klx 450 R , quê reduziria o valor." Eduardo Santana


"É abusivo o preço que chegaram, mais caras que uma Big Trail de alta cilindrada!! Isso está acontecendo depois que esse novo grupo KTM Brasil (novos gestores)assumiu a marca por aqui. Final do ano passado comercializavam a EXC 350 por R$ 48.990.00, agora está incríveis R$ 17.000,00 mais caras. Sem falar nas 2 tempos, que sempre foram mais em conta e agora estão mais caras que as 4 tempos!! Um abuso!!" Guilherme Carvalho


"1 Concorrência precisa acordar e investir.
2 Consumidor precisa abrir a cabeça.
3 Real não vale mais nada. Vamos vender o Brasil." Leonardo Martins