Dicas de Pilotagem

Cuidado com o clima e as situações que podem colocar em risco a condução da motocicleta.

Dicas de Pilotagem






Matheus Oliveira / Colaborou Harley-Davidson do Brasil

Após adquirir um pouco de experiência rodando de moto por alguns milhares de quilômetros no Brasil e em outros 17 países, uma coisa é certa, encontramos pelas estradas as mais diversas situações, entre elas a chuva, o calor intenso e o frio, além das altas altitudes em relação ao nível do mar.

Digo isto, pois peguei chuva até no deserto! Sim, no meio do deserto! Foi entre Los Angeles e Las Vegas nos Estados Unidos, foi um dos piores dias da minha viagem. Diante disso me cumpre salientar que ao pilotar com chuva, seja ela um chuvisco ou uma tempestade; todos os cuidados devem ser redobrados, isto para a sua própria segurança e de terceiros.

Principalmente em estradas que você não conhece, agora aqui fica também uma dica preciosa: o cuidado deve ser ainda maior em estradas que você acredita conhecer e estando próximo de seu destino. A confiança excessiva pode lhe causar sérios danos. Deve-se manter a mesma técnica de pilotagem que vinha mantendo durante a viagem.

As estradas que conhecemos ou não, quando estão secas, permitem que visualizemos os pontos críticos (obstáculos dos mais diversos), com a chuva, tem que se ter em consideração que esta diminui consideravelmente a visibilidade destes obstáculos e quando menos se espera é tarde demais para realizar uma manobra defensiva.

Chuva

Pegar chuva enquanto pilota não é um problema se você tiver tempo e um bom lugar para se secar quando terminar (e se não estiver muito frio). Mas, obviamente, não se molhar é sempre a melhor opção. Para começar, invista em uma boa capa de chuva; você não vai se arrepender. (Eu, Matheus, utilizo a capa de chuva Nylon Prime da GIVI, inclusive em caso de frio extremo, pois ela corta o vento me deixando superconfortável e seguro em virtude das suas cores e seus refletivos).

CONTINUE ESSA LEITURA, CLIQUE AQUI

Acesso gratuito