Crivilin na abertura do Mundial de Enduro

Piloto Honda inicia a competição de forma consistente, acelerando a motocicleta CRF 250RX em Portugal

Crivilin na abertura do Mundial de Enduro
Fotos: S2 Motorsport






Bruno Crivilin conquistou resultados consistentes no segundo dia de provas da abertura do Campeonato Mundial de Enduro, neste domingo (20/6), em Marco de Canaveses, Portugal. Com a motocicleta Honda CRF 250RX, o brasileiro alcançou o sétimo lugar da categoria E1 – mesmo resultado obtido nas disputas deste sábado (19/6). Já na Enduro GP, ranking geral com os competidores das classes que formam a elite da competição, Crivilin confirmou a 17ª posição, depois de ficar em 21º no primeiro dia.

“O balanço geral foi muito bom. Fiz boas especiais (trechos cronometrados), bons tempos, apesar da corrida ter sido muito dura nessa estreia na nova categoria”, resume o capixaba de 24 anos. Crivilin disputa o Mundial pelo segundo ano consecutivo, sendo que em 2020 ele foi medalhista de bronze na classe J1 (para pilotos até 23 anos e com motos até 250cc), também com a CRF 250RX e o patrocínio da Honda.

Com a estreia na E1, para pilotos com motos até 250cc, Crivilin passou a fazer parte da Enduro GP. O brasileiro integra a equipe S2 Motorsport, liderada pelo italiano e campeão mundial Alex Salvini. O percurso da prova em Portugal incluiu 60 quilômetros, divididos em três especiais, sendo um Enduro Teste, um Cross Teste e um Extreme Teste. Os pilotos completaram três voltas no circuito a cada dia.

“Estou contente com o resultado da estreia. Foi bom porque eu vi que tenho velocidade para brigar por melhores posições nas etapas seguintes. Vou trabalhar para melhorar os pontos que consegui enxergar e vamos para a próxima, que já é na semana que vem, na Itália. Vou aproveitar o início da semana para descansar e quarta-feira já começo a caminhar nas especiais de lá, para fazer o reconhecimento”, finaliza Crivilin.

As disputam da segunda etapa do Campeonato Mundial de Enduro 2021 em Ebolo, Itália, têm início na próxima sexta-feira (25/6), com o Super Teste. No fim de semana (26 e 27), será realizada a rodada, novamente com peso duplo na pontuação.  

 

Resultados – Campeonato Mundial de Enduro 2021

Classificação após a primeira etapa (sete primeiros)

Categoria E1

1 – Davide Guarneri #39 (ITA) – 37 pontos
2 – Andrea Verona #99 (ITA) – 37 pontos
3 – Samuele Bernardini #6 (ITA) – 25 pontos
4 – Christophe Charlier ##23 (FRA) – 25 pontos
5 – Davide Soreca #10 (ITA) – 24 pontos
6 – Antoine Magain #71 (BEL) – 21 pontos
7 – Bruno Crivilin #11 (BRA) – 18 pontos 

1ª etapa – Marco de Canaveses / Portugal) - Dia 2 (cinco primeiros)

Categoria E1

1 – Davide Guarneri #39 (ITA) – 1:09:39.54
2 – Andrea Verona #99 (ITA) – 1:10:14.88
3 – Samuele Bernardini #6 (ITA) – 1:10:45.65
4 – Antoine Magain #71 (BEL) – 1:10:54.22
5 – Davide Soreca #10 (ITA) – 1:11:16.77
7 – Bruno Crivilin #11 (BRA) – 1:12:07.74 

Classificação geral (Enduro GP)

1 – Wil Ruprecht #57 (AUS) – 1:08:18.42
2 – Brad Freeman #12 (GBR) – 1:08:26.90
3 – Steve Holcombe #1 (GBR) – 1:08:44.49
4 – Josep Garcia #26 (ESP) – 1:09:14.66
5 – Jaume Betriu #52 (ESP) – 1:09:33.77
17 – Bruno Crivilin #11 (BRA) – 1:12:07.74 

Dia 1 (cinco primeiros)

Categoria E1

1 – Andrea Verona #99 (ITA) – 1:10:12.54
2 – Davide Guarneri #39 (ITA) – 1:10:37.63
3 – Christophe Charlier ##23 (FRA) – 1:11:53.29
4 – Davide Soreca #10 (ITA) – 1:12:01.74
5 – Kirian Mirabet #38 (ESP) – 1:12:03.84
7 – Bruno Crivilin #11 (BRA) – 1:12:41.04 

Classificação geral (Enduro GP)

1 – Brad Freeman #12 (GBR) – 1:08:49.71
2 – Steve Holcombe #1 (GBR) – 1:09:25.61
3 – Josep Garcia #26 (ESP) – 1:09:42.31
4 – Wil Ruprecht #57 (AUS) – 1:10:05.61
5 – Andrea Verona #99 (ITA) – 1:10:12.54
21 – Bruno Crivilin #11 (BRA) – 1:12:41.04 

Calendário do Mundial de Enduro 2021

1ª etapa – 18 a 20 de junho – Marco de Canaveses – Portugal
2ª etapa – 25 a 27 de junho – Edolo – Itália
3ª etapa – 16 a 18 de julho – Saaremaa – Estônia
4ª etapa – 22 a 24 de julho – Skovde – Suécia
5ª etapa – 8 a 10 de outubro – Zschopau – Alemanha
6ª etapa – 15 a 17 de outubro – Langeac – França

 

Crédito: Ângela Monteiro - Assessoria Imprensa Mundo Press