Cofap dá dicas antes de pegar a estrada

Pegar a estrada para viajar pode se tornar um problema se a manutenção da suspensão do veículo não estiver em dia. O sistema de suspensão é composto por um conjunto de peças responsáveis pela estabilidade da moto ao absorver os impactos do solo e reduzir vibrações. Portanto, sua revisão é de extrema importância para a segurança e conforto do piloto e passageiro.

Cofap dá dicas antes de pegar a estrada
Sempre procure levar a sua motocicleta em um mecânico de confiança






Como funciona?

O amortecedor é o principal componente do sistema de suspensão do veículo, pois garante que os pneus estejam sempre em contato com o solo, mantendo as condições ideais para a dirigibilidade. Por ser o mais importante item do sistema de suspensão, requer revisão periódica, considerando que nem sempre os problemas causados pelos desgastes podem ser percebidos pelo piloto.

Os componentes internos do amortecedor podem apresentar problemas como desgaste do tubo de pressão, do pistão e fadiga das molas e das válvulas. Eventuais avarias nesses componentes internos não podem ser detectadas em exame visual, mas durante a revisão podem ser detectadas por profissionais qualificados. A Cofap também adverte para casos de danos na estrutura dos tubos, empenamento das hastes ou vazamento de óleo, que, diferentemente das irregularidades já citadas, podem ser identificadas visualmente. Em todas estas situações, a recomendação é fazer a troca imediata do amortecedor, independente da quilometragem.

Além do amortecedor, o sistema de suspensão é composto também por molas helicoidais (que sustentam o peso do veículo e garantem uma determinada distância do solo), válvulas e retentores. Todos estes itens são fundamentais para que o veículo trafegue confortavelmente e com estabilidade direcional quando estiver em movimento e durante curvas e frenagens. Geralmente, ruídos vindos da suspensão indicam deterioração nos componentes de borracha que, caso não sejam trocados, prejudicarão as peças às quais estão associados.

Além de observar as condições do amortecedor, é essencial verificar também os demais componentes da suspensão durante as revisões de manutenção. Um amortecedor novo que trabalha em conjunto com componentes deteriorados sofrerá redução da sua vida útil.