Cody Webb vence no Hard Enduro

Somente quatro pilotos conseguiram cumprir todo o percurso da prova

Cody Webb vence no Hard Enduro
Fotos: Mary Rinell - MJSMotoPhotos






Cody Webb vence o Grinding Stone Hard Enduro, a primeira rodada da nova série Kenda AMA Extreme Enduro, após uma batalha acirrada com Trystan Hart por mais de quatro horas nas incríveis rochas do Arizona.

O espetacular terreno do Arizona no Grinding Stone Hard Enduro misturava areia profunda do deserto e desmoronamentos cheios de pedras com algumas escaladas de arenito impressionantemente grandes. O formato de corrida de quatro horas fez um percurso de 27 Kms que proporcionou uma intensa ação entre quatro pilotos para a vitória; Colton Haaker da Rockstar Husqvarna, Red Bull KTM de Trystan Hart e Taylor Robert mais o vencedor Cody Webb no Sherco USA 300 SE.

Webb passou para a liderança logo após a primeira volta e manteve-se na frente pelo resto do enduro para levar a vitória por uma margem de 40 segundos sobre Trystan Hart, que  empurrou Webb direto para o final. Taylor Robert completou o pódio masculino com Haaker em quarto em uma Husqvarna.

Apenas os seis primeiros conseguiram fazer quatro voltas completas e o terreno difícil fez com que muitos pilotos amadores ficassem presos na linha principal da corrida, criando um grande  congestionamento. Por sua vez, os pilotos Pro foram obrigados a encontrar algumas linhas alternativas para prosseguir na corrida.

A estratégia do pneu também desempenhou um papel importante na corrida, com o arenito consumindo o piso traseiro. Com Webb liderando por pouco mais de dois minutos no final da segunda volta, a equipe Factory ONE Sherco relatou que o mecânico-chefe Cody Richelderfer e Webb trocaram as rodas traseiras por um pneu novo e conseguiram manter a liderança apesar de adicionar combustível também.

Cody Webb: "Trystan e eu éramos meio que a tartaruga e a lebre hoje, e as pegamos com o passar do dia".

No geral, os 15 principais resultados provisórios:

Forsley a única mulher a completar o percurso

Louise Forsley venceu de forma convincente a Classe Feminina simplesmente porque foi a única mulher a fazer uma volta completa nas condições adversas. Ela terminou em 57º lugar geral em um campo de quase 200 pilotos. Dado que os pilotos não têm permissão de assistência externa nos obstáculos, foi impressionante como ela mostrou suas habilidades na prova.

“Eu quebrei a chave de ignição no início, graças a Deus Cody colocou um interruptor de backup ao lado da caixa de ar e eu tive que continuar ligando a moto assim”. Disse Forsley.

“Tudo o que conseguimos foi extremamente desafiador e eu olhava para as coisas e simplesmente sabia que tinha que levantá-las. Eu ajudaria as pessoas e, em troca, esperançosamente, elas me ajudariam de volta”. 

Pilotos amadores ficaram empilhados um atrás do outro nas seções mais difíceis, incluindo uma das mais difíceis, Wells Falls, onde Louise teve uma tentativa errada. As motocicletas  voavam enquanto os pilotos iam a todo vapor, mandando suas bicicletas até a face seca da cachoeira.

5 melhores da classe feminina:

  1. Louise Forsley FactoryONE Sherco
  2. Kylee Sweeten KTM
  3. Dayne Toney Husqvarna
  4. Kayln Benaroya Honda
  5. Hallie Marks KTM

 

Clique e veja o resultado provisório da corrida via livelaps.com

 

Crédito: Enduro21