Pré-definido o calendário BR de Motovelocidade

A CBM, responsável pela supervisão da competição, definiu os locais e datas para a temporada 2021

Pré-definido o calendário BR de Motovelocidade
Foto: FollowX Comunicação Divulgação



O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade - BRMV - já tem data e local marcado para acontecer. A CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), responsável pela supervisão da competição, definiu o pré-calendário para a temporada 2021. O formato segue o mesmo do ano anterior: cinco etapas distribuídas entre maio e novembro deste ano. As corridas devem passar pelas cidades de Curvelo (MG), Goiânia (GO) e Santa Cruz do Sul (RS), que retorna à competição.

Quem abre o campeonato é a cidade do interior mineiro, localizada a 167 km de Belo Horizonte. Em seguida, o BRMV atravessa o sudeste e sobe 800 km até Goiânia (GO), que deve receber a segunda etapa. Na terceira os pilotos devem sair do Centro-Oeste e se preparar para enfrentar o clima temperado de Santa Cruz do Sul (RS), localizada na região do Vale do Rio Pardo. A quarta etapa retorna para Curvelo e, como de costume, Goiânia fecha o calendário da modalidade.

Cada região apresenta uma peculiaridade, mas todas as cidades previstas têm algo em comum: um autódromo com retas e curvas largas, que permitem ultrapassagens cheias de adrenalina. Mas, mais do que garantir a emoção do público, a CBM se preocupa com a segurança dos pilotos. De acordo com Gustavo Jacob, diretor da modalidade, os locais escolhidos possuem as pistas mais seguras do país. "O primeiro e principal critério de escolha da CBM é a segurança que a pista oferece", afirma.

 

Preparamos para você um material com as principais características de cada pista. Confira seguir:

 

Circuito dos Cristais - Curvelo (MG)

O Autódromo Internacional de Curvelo possui o maior traçado em atividade no Brasil.  É um circuito de média/baixa velocidade com uma sequência de curvas de todos os tipos. Exige muita técnica e preparo físico dos pilotos, já que possuí um desnível de 31 metros. Ganhou mais áreas de escape. Em alguns pontos a pista fica larga e com vários pontos de ultrapassagem, o que também proporciona disputa e muita adrenalina.

Extensão: 4.420 metros
Largura: 13 a 22 metros
Maior reta: 815 metros
Curvas: 18 (11 a esquerda e 7 a direita)
Desnível: 31 metros
Área total do autódromo: 4 milhões de m²
Capacidade de público: Não divulgado

 

Autódromo Internacional Ayrton Senna - Goiânia (GO)

Também conhecido como Autódromo Internacional de Goiânia, o circuito é considerado técnico e tem como característica a média/alta velocidade. Possui a maior reta em circuitos do país. Várias das curvas são feitas em alta velocidade. A pista é larga e tem diversos pontos de ultrapassagem, o que gera muitas disputas e emoção para pilotos e público.

Extensão: 3.820 metros
Largura: 12  metros
Maior reta: 1 quilometro
Curvas: 10 (6 a direita e 4 a esquerda)
Desnível: Baixo
Área total do autódromo: Não divulgado
Capacidade de público: 100 mil pessoas

 

Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul - Santa Cruz do Sul (RS)

O Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul possuí um circuito bastante variado, com curvas de alta, média e baixa velocidade. É bastante largo e técnico, o que exige o melhor dos pilotos. Também possui vários pontos de ultrapassagem, o que proporciona muita disputa e emoção tanto para os pilotos quanto para o público.

Extensão: 3.531 metros
Largura: 12 a 15 metros
Maior reta: 743 metros
Curvas: 14 (7 a direita e 7 a esquerda)
Desnível: Não divulgado
Área total do autódromo: Não divulgado
Capacidade de público: 150 mil pessoas
  
Confira o calendário pré-definido pela Comissão de Motovelocidade:

1ª Etapa - 02/05 - Circuito dos Cristais - Curvelo (MG)
2ª Etapa - 27/06 - Autódromo Internacional Ayrton Senna - Goiânia (GO)
3ª Etapa - 01/08 - Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul - Santa Cruz do Sul (RS)
4ª Etapa - 31/10 - Circuito dos Cristais - Curvelo (MG)
5ª Etapa - 28/11 - Autódromo Internacional Ayrton Senna - Goiânia (GO)
  
Crédito: Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM)