Justin Cooper é TOP 5 em Arlington

Pilotos Yamaha tiveram dificuldades mas ainda continuam na briga pelos títulos

Justin Cooper é TOP 5 em Arlington
Foto: AMA Supercross



Justin Cooper, da Monster Energy Star Yamaha Racing, recuperou-se de uma queda na primeira volta da noite passada, terminando em quinto e em condições desafiadoras no AT&T Stadium em Arlington, Texas. Embora não seja o resultado esperado, o nova-iorquino reduziu a diferença para quatro pontos na busca pelo título e esquentando ainda mais a luta de três pilotos pelo Monster Energy AMA Supercross Championship 250SX West. O jovem Nate Thrasher continua progredindo, no sábado ele saiu do 10º lugar para terminar em nono em Arlington 2. Foi mais uma noite difícil para o outro novato da equipe, Jarrett Frye, que teve que passar pela LCQ após um problema em sua bateria e não se qualificou para o Evento Principal.

Cooper permaneceu perfeito na corrida cronometrada, liderando todas as três sessões para a quarta rodada consecutiva. Ele teve uma largada rápida em sua bateria, mas derrapou no início da corrida antes de lutar para voltar ao segundo lugar. Ele marcou fez uma boa largada no Evento Principal dentro dos cinco primeiros, durante o percurso, ele e outro piloto acabaram batendo, colocando o nova-iorquino no chão. Ele rapidamente começou a trabalhar, avançando para a 17ª posição no início da segunda volta, e então subiu para a quinta posição em uma pista que era muito difícil de ultrapassar. O resultado entre os cinco primeiros foi uma conquista de pontos muito importante, diminuindo a diferença para quatro enquanto o campeonato caminha para a metade.

Thrasher fez uma boa largada, entrando no top 10 para seu melhor resultado de qualificação até o momento em sétimo. O piloto do Tennessee continuou a se apoiar nele com um solido quarto lugar. No Evento Principal, ele teve uma largada decente em nono e subiu para a sétima algumas voltas antes da metade da corrida. Na 10ª volta, ele foi ultrapassado por seu companheiro de equipe e na volta seguinte pelo líder do campeonato, cruzando a linha em nono lugar para seu melhor resultado até então.

Frye também teve um melhor resultado de qualificação em 16º. Ele então teve uma boa largada em sua bateria em quinto, onde correu a maior parte da prova até que um problema o fez cair para trás e sair de uma posição. O novato então teve a difícil tarefa de passar pela LCQ em uma pista muito implacável. Infelizmente, uma queda no início da corrida impediu que ele se qualificasse para o Evento Principal.

A equipe Monster Energy Star Yamaha Racing 250SX West retorna para mais ação no AT&T Stadium em Arlington, Texas, no sábado, 20 de março, a 5ª rodada do Monster Energy AMA Supercross 250SX West Championship.

Wil Hahn, Gerente de equipe Monster Energy Star Yamaha Racing 250: “Foi um dia realmente incrível até o Evento Principal. É realmente frustrante. Justin teve uma boa largada, acho que saiu em terceiro ou quarto lugar, o que teria sido ótimo. Ele não tinha problemas até que bateram e ele acabou caindo. Nate ainda está obtendo bons resultados e está aprendendo muito rapidamente, o que é incrível de se ver. Jarrett acabou de ter uma noite difícil, desde o calor até a LCQ. Você nunca quer estar na LCQ; é onde normalmente acontecem coisas ruins e ele precisa aprender com isso. Vamos voltar e estudar mais algumas coisas e sair bem para esta rodada final de Arlington”.

Justin Cooper: “O dia começou bem de novo, com uma boa qualificação e corrida de calor. No Evento Principal, comecei em quarto ou quinto lugar, a minha frente, todos foram jogados  para trás. Eu saí do whoops, e um piloto desviou daquela saída e cortou. Eu já estava ao lado dele e tinha impulso para a frente, então bati em sua roda traseira e caí. É uma chato e estou desapontado. Estou tentando voltar ao topo e, sempre, algo acontece. É difícil aceitar agora, mas não vamos desistir. Os pontos estão mais próximos agora, então eu só tenho que manter minha cabeça erguida e continuar tentando”.

Nate Thrasher: “Foi uma boa noite, começamos muito melhor a qualificação em sétimo. Então a corrida de calor foi muito boa e terminei em quarto. No geral, me senti muito bem. Eu estava passando pelo pelotão, lutando e fazendo ultrapassagens, quando tomei uma pancada no  braço o que me fez recuar. Temos que ser melhores. Sinto que atingimos a velocidade do pódio, só precisamos começar com o pé direito e colocá-lo lá em cima. É difícil passar nestes Eventos Principais, as pistas são muito apertadas. Creio que estaremos melhores no sábado”.

Jarrett Frye: “Esta foi uma noite muito difícil, tinha começado o dia bem melhor. Tive uma boa largada na bateria e estava em quinto lugar, mas tive um problema e tive que passar pela LCQ. Não consegui o começo de que precisava e depois caí tentando trabalhar meu caminho para um local de ultrapassagem. É muito frustrante, mas temos alguns dias antes até sábado  próximo e voltaremos em busca de melhores resultados”.

 

Resultados de 2021 Monster Energy AMA Supercross 250SX Arlington 2

Classificação do Campeonato Oeste 2021 Monster Energy AMA Supercross 250SX

 

Crédito: Yamaha Racing