OSRAM comemora fluxo de caixa e zero demissões durante a pandemia

Durante pandemia, capital humano, performance em vendas, redução de custos e foco no desenvolvimento de tecnologias de ponta fizeram toda a diferença para o balanço da empresa

OSRAM comemora fluxo de caixa e zero demissões durante a pandemia






A crise gerada pela pandemia afetou muitas áreas da indústria e no setor automotivo não foi diferente. Com concessionárias fechadas por meses, os números da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, Fenabrave, mostram uma queda nas vendas de veículos novos de 26,6% durante 2020. No entanto, a OSRAM, indústria alemã e uma das líderes em soluções de alta tecnologia para iluminação no mundo, manteve-se firme porque além de atender às necessidades do mercado, focou todos os esforços em criar tecnologias de olho no futuro como, por exemplo, sensores LED infravermelho para aplicações diversas em carros autônomos relacionadas à segurança e praticidade.

Desta forma, a multinacional conseguiu driblar a fase e preparar suas equipes mundialmente. “Por ser uma empresa alemã, região onde o vírus se propagou antes, podemos dizer que a OSRAM teve tempo para orientar outros países em que o novo coronavírus ainda não tinha chegado, como foi no caso do Brasil. Portanto, as decisões já estavam tomadas, como colocar em prática o home office para 100% dos escritórios, com equipamento apropriado, uso do VPN (sistema de tecnologia para acesso remoto à rede local corporativa), além do acolhimento aos colaboradores que precisavam de um período de adaptação. Já as fábricas, em todo o mundo, permaneceram trabalhando, mas acima de tudo respeitando os protocolos de saúde conforme orientações dos governos de cada região”, explica o CEO no Brasil, Ricardo Leptich. “Tudo deu tão certo que agora estudamos essa flexibilização do trabalho remoto com uma forma mais moderna para um modelo permanente”, complementa.

Apesar da pandemia, os resultados da OSRAM foram além das expectativas porque o capital humano fez toda diferença. “Mesmo em processo de adaptação, todos estavam comprometidos e, juntos, atingimos o objetivo local de performance de vendas, reduzimos custos e nossa área de TI foi extremamente ágil para nos orientar”, explica Leptich. O CEO destaca três grandes aprendizados durante o período, que foram fundamentais em 2020 e se mantém em 2021:

1- A postura de dono negócio e sentimento de pertencimento entre todos os colaboradores da empresa ficou ainda mais evidente. Sabíamos que a OSRAM deveria ser vista como extensão da nossa família, ou seja, que necessitaria de todo nosso cuidado e atenção;
2 – A importância de ter a tecnologia como uma grande aliada não só no desenvolvimento de novos produtos e soluções, mas no dia a dia dos colaboradores fez toda a diferença;
3 – Por fim, a crise mundial, ao invés de desmotivar, na verdade, fez com que cada um aumentasse a crença em sua própria capacidade e gerou mais confiança no time como um todo.

A OSRAM em números: o zero nunca foi tão comemorado
Esses três aprendizados foram primordiais para que não houvesse nenhuma demissão, redução de jornada ou salarial. “Nunca na história da OSRAM nos orgulhamos tanto em ter o zero como resultado. Ficamos aliviados também porque, até o momento, tivemos pouquíssimos colaboradores brasileiros com COVID-19 e estamos nos mantendo saudáveis, protegidos e em família. A saúde e segurança de todos sempre foi nossa prioridade”, destaca Leptich. Por outro lado, em números globais, o zero passou longe. Houve um fluxo de caixa de 20 milhões de euros líquido e além disso, a empresa também obteve um aumento na adesão do programa e-learning para os distribuidores, que treinou, em plataforma virtual, mais de 200 vendedores pelo Brasil. Resultado: as vendas bateram as metas estipuladas.

O futuro aliado com a tecnologia
Pensando no futuro, a empresa tem soluções que estão saindo do forno e logo devem chegar por aqui, desde aparelhos portáteis para esterilização de ar, que eliminam em até 99% micro-organismos e bactérias, até sensores LED infravermelho para aplicações diversas. Para o mercado de revenda automotiva, o carro-chefe para 2021 serão as barras de LED, voltadas não somente, mas, especialmente, para o mercado OFF ROAD e agrícola. “O ano de 2020 sem dúvida fará parte da história e estará escrita nos livros onde nossos filhos, netos e bisnetos lerão. O que não estará registrado serão as dores e lágrimas derramadas de forma solitária. Mas, assim como a noite passa, essa fase também está passando. E a OSRAM permanece sólida e preparada para oferecer soluções que brilhem em nossas vidas”, conclui o CEO.

A OSRAM, com sede em Munique, na Alemanha, é uma das líderes em inovações e soluções de alta tecnologia para iluminação no mundo. O portfólio da marca abrange desde lâmpadas, semicondutores ópticos como diodos emissores de luz (LED), a reatores eletrônicos, além de luminárias completas, sistemas de gerenciamento e soluções em iluminação. Com mais de 100 anos, a OSRAM é líder de mercado no setor automotivo - com a qualidade de equipamentos originais fabricados na Alemanha - mas a companhia tem focado no desenvolvimento de soluções para iluminação e, portanto, na qualidade de vida das pessoas. Mais informações sobre a OSRAM podem ser encontradas na internet, pelo site www.OSRAM.com.br