Rio de Janeiro retorna ao calendário da MotoGP

Prefeitura Municipal consegue aprovar o projeto para voltar ao calendário da MotoGP de 2022.

Rio de Janeiro retorna ao calendário da MotoGP
Futuro Autódromo no Rio de Janeiro






Depois de 15 anos de espera após a última prova no antigo autódromo de jacarépaguá/RJ, desde 2004 a principal categoria da motovelocidade mundial não vem para o Brasil. Em primeiro lugar pela falta de um circuito que seja aprovado pela confederação mundial de motociclismo no país, em segundo lugar pela falta de foco de nossos políticos em trazer de volta a categoria, já que no Brasil tem muitos fãns e adeptos desta modalidade.

O novo circuito será construido em parceira do estado do Rio de Janeiro com o governo federal que fará o investimento na cidade de Marechal Deodoro para entrar no calendário mundial da MotoGP.

Segue a foto da região antes da construção do novo autódromo:

  

Como Interlagos é uma pista propensa pra carros e já realiza provas da F1, agora é a vez do Rio se consolidar como a capital da motovelocidade com a construção deste novo autódromo que servirá para fomentar o mundo da motovelocidade e valorizar as novas gerações que farão bom uso deste novo espaço.

O prefeito Marcelo Crivella comemorou o retorno da categoria à cidade e disse que após a confirmação da MotoGP para o Brasil, este representa um grande avanço para o desenvolvimento da região e do estado.

"A construção da pista de Deodoro é um projeto espetacular, com um investimento extraordinário que irá gerar 7.000 empregos e fará o Rio recuperar o papel de liderança em grandes competições. Vamos levar o desenvolvimento para uma região da cidade com muitas necessidades, que é a Zona Oeste, e estimular o turismo. Tudo isso sem a cidade colocar um centavo no projeto, já que todo o investimento será de responsabilidade da concessionária Rio Motorsports”.

O Italiano Valentino Rossi foi o maior vencedor nas provas da MotoGP que aconteceram no Brasil, em 2001 quando estava no seu auge, ele ganhou a etapa Cinzano Rio no autódromo internacional Nelson Piquet se sagrando campeão mundial daquele mesmo ano.