Nakata amplia seu espaço

Capacidade dobra no centro de distribuição de Extrema

Nakata amplia seu espaço






A área de logística da Nakata, fabricante de autopeças para o mercado reposição que é líder em componentes undercar, vem passando por uma série de mudanças nos últimos anos na busca da melhoria contínua no atendimento aos clientes. Com a complexidade logística aumentando devido aos pedidos cada vez mais fracionados e diversificação de itens para atender a frota circulante, é necessário aprimorar processos e criar novas condições para ganhar a agilidade e assertividade demandada em toda a cadeia de suprimentos.

Considerando todas estas questões, a Nakata está ampliando o centro de distribuição de Extrema que terá área total de 23,4 mil metros quadrados, permitindo mais que dobrar a capacidade atual de armazenagem de produtos, inicialmente com 25 mil posições de pallets podendo chegar a 32 mil posições, além de aprimorar processos que garantem mais rapidez desde o recebimento até a efetiva entrega nos clientes. “A gestão de toda a Cadeia de Suprimentos e Logística tem sido objeto de estudos, avaliações e investimentos contínuos da Nakata. Os resultados alcançados já demonstram ganhos em redução de tempo de ciclo, mais efetividade e melhora na produtividade e serviço aos clientes, porém, ainda temos oportunidades e necessidade, melhoraremos muito”, revela Marcelo Tonon, diretor de Produtos & Suprimentos.

Tonon conta que as mudanças e aperfeiçoamento da gestão tiveram como ponto de partida a implantação em 2015 de novo WMS (Sistema de Gestão de Centros de Distribuição) de ponta e insourcing da Gestão dos Fretes Distribuição, antes terceirizado, com adoção de diversas ferramentas de gestão e sistemas, como o Booking logístico, mapeamento de cada ponto de entrega e suas particularidades, adequando nossos processos para atender as particularidades de cada cliente, filial ou região.

Além da ampliação do espaço físico, a Nakata também tem investido em tecnologia e sistemas que suportem a operação de forma eficaz.  “A solução de WMS com adequação de nossos processos internos tornou possível monitorar todas as atividades realizadas em tempo real, fazendo com que as mercadorias fossem identificadas desde o recebimento e rastreadas em todas as etapas da operação: armazenagem, inventário cíclico, ressuprimentos, separação dos pedidos, expedição com rastreabilidade na distribuição. Nosso Supply Chain e Logística estão 100% digitalizados hoje”, explica Tonon.  

Para 2020, quando o centro distribuição de Extrema será ampliado, estão previstas a adoção de novas tecnologias e sistemas que facilitem ainda mais a operação. “O trabalho de melhorias é contínuo e teremos muitas novidades, principalmente adoção de novas tecnologias tanto na gestão, com novo TMS (Sistema de Gerenciamento de Transportes), como na operação, com novos equipamentos de movimentação, tecnologias para separação e unitização das cargas, sempre com intuito de atender as novas demandas de nossos Clientes e Mercado”, finaliza.