Honda reforça equipes para temporada 2020

Marca busca manter o sucesso nas principais competições mundiais

Honda reforça equipes para temporada 2020

Atual campeã mundial de motovelocidade, motocross e trial, a Honda quer dar sequência ao desempenho repleto de vitórias no ano de 2020. Para isso, a empresa japonesa reforçou as suas equipes de fábrica – Honda Racing Corporation (HRC) –, que vão encarar as principais competições nesta temporada.

Há mais de 60 anos, a Honda aprimora tecnologias e recursos humanos, além de compartilhar experiências divertidas e inspiradoras com fãs e clientes, ao competir em várias modalidades.
 
Uma que já começou é o rali. O Dakar 2020 trocou a América do Sul pela Arábia Saudita e realiza até a próxima sexta-feira (17/1) a 42ª edição, que tem a liderança da Honda até o momento (nove etapas realizadas). Com a motocicleta CRF 450 Rally, a Monster Energy Honda Team conta com cinco integrantes na equipe, que também vão disputar o campeonato mundial da modalidade: Kevin Benavides, da Argentina; Ricky Brabec, dos Estados Unidos; Joan Barreda, da Espanha; Jose Ignacio Cornejo Florimo, do Chile; e o estreante Aaron Mare, da África do Sul. 
 
Além do Dakar, outra competição que já está a todo vapor é o AMA Supercross, válido como campeonato mundial. O alemão Ken Roczen, que venceu a segunda etapa em St. Louis, em Missouri, permanence na Team HRC e recebe Justin Brayton, dos Estados Unidos, no time. Já para o AMA Motocross, que tem início logo após ao fim do AMA Supercross, em maio, Roczen divide a equipe com o novato e também norte-americano Chase Sexton. Eles vão acelerar a moto CRF 450R.
 
Tricampeão mundial de motocross, o esloveno Tim Gajser terá a missão de defender o título da MXGP para a Team HRC em 2020. Para reforçar a equipe, Mitchell Evans, da Austrália, será o novo companheiro de Gajser com a CRF 450RW.
 
No Trial, o grande nome da modalidade e que segue na Repsol Honda Team é o espanhol Toni Bou, 14 vezes campeão mundial. Ao lado dele estará, mais uma vez, o japonês Takahisa Fujinami, terceiro colocado no campeonato em 2019. A moto utilizada será a Cota4RT.
 
A temporada 2020 para a Repsol Honda Team na MotoGP, o Campeonato Mundial de Motovelocidade, terá novidades. Marc Márquez, que tem no currículo oito títulos da modalidade, sendo três na principal categoria, recebe no time o irmão Alex Márquez, atual campeão da Moto2. Com a moto RC213V, a dupla tem a missão de conquistar a "Tríplice Coroa" (ganhar a competição de pilotos, equipes e construtores) pelo quarto ano consecutivo para a Honda. 
 
Outra competição internacional com participação da Team HRC é o Campeonato Mudial de Superbike. Com a CBR 1000RR-RW Fireblade SP, o espanhol Alvaro Bautista, vice-campeão em 2019, e o britânico Leon Haslam serão os representantes da Honda neste ano.
 
No Brasil, a equipe Honda Racing estará em 2020 nas principais competições nacionais e os times oficiais da marca para as modalidades Motocross, Motovelocidade, Rally, Enduro FIM e Enduro de Regularidade serão anunciados em breve.