CB 125R, será que ela vem?

Estilo Neo Sports Café pode criar um novo conceito para a linha popular no país.

CB 125R, será que ela vem?
CB 125R Honda prata com detalhes do motor em preto






Com o anúncio do fim da produção da CG 125 pela Honda este ano, é de se esperar que a montadora esteja se preparando para lançar em breve o modelo que sucederá o ícone de moto que ficou durante longo tempo sendo a campeã de vendas no país.

Uma opção possível é a CB125R que já foi lançada na Europa e pode chegar por aqui até o próximo ano, ou antes. 

Parte da nova família de modelos esportivos naked, com estilo Neo Sports Café – que inclui também a CB1000R e a CB300R, esta moto oferece um visual diferenciado para quem chega pela primeira vez ao mundo das duas rodas, num formato muito compacto, de baixo peso e que conta com uma série de especificações premium que já são utilizadas em motos de grandes portes.

A CB125R pode ter aspecto de moto maior mas, na realidade, pesa apenas 125,8 kg (em órdem de marcha), originando uma condução extremamente fácil. O seu motor monocilíndrico de refrigeração líquida sobe facilmente de rotação e oferece acelerações fortes na gama compreendida entre baixa e média rotação, com uma presença única e forte, que atrai os condutores mais jovens.

Segundo a montadora informa aos clientes europeus, o novo quadro é uma mistura de aço prensado e oferece excelente melhor equilíbrio. A suspensão é invertida com 41mm de diâmetro, cursos elevados, tais como o monoamortecedor traseiro com regulação da pré-carga, pinça dianteira radial de 4 êmbolos, ABS e pneus radiais de medidas grandes.

Uma das principais características tecnológicas utilizada neste modelo que são o guidom esportivo, o painel de instrumentos LCD e a iluminação integral por LEDs.

O estilo da CB125R é exclusivo deste modelo, destacando os componentes na cor preta. Ela também segue o design "Neo Sports Café" da CB1000R: minimalista e brutalmente bem aprumado.

O motor monocilíndrico SOHC compacto de 124,7 cm³, 2 válvulas e refrigeração líquida da CB125R (derivado da CBR125R) foi concebido para oferecer excelentes respostas nas situações de condução do mundo real.

A injecção eletrônica oferece respostas rápidas ao acelerador em toda a faixa de rotação. O escape foi montado em posição rebaixada e conta com um silenciador de dupla camada.

As relações de transmissão da caixa de 6 velocidades estão bem distribuídas e oferecem boas acelerações em baixa e média rotações.

 

SERÁ QUE VEM? 

E aí, será que ela já chega este ano? Fizemos nossa parte e tentamos extrair a informação. Mas o pessoal da Honda negou enfaticamente a informação, deixando a entender que não será para 2019. E você, o que acha? Coloque sua opinião nos comentários. 

 

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Motor Monocilíndrico, 4T, 2 válvulas, SOHC, refrigeração por liquido

Cilindrada real 124.7 cm3

Diâmetro x Curso 58 mm x 47,2 mm

Taxa de compressão 11,0:1

Potência máxima 13,3 CV (9,8 kW) / 10.000 rpm

Binário máximo 10 Nm / 8.000 rpm

Reservatório de Óleo 1,3 litro

Injeção electrónica PGM-FI

Tanque de combustível 10,1 litros

Consumo 2.06Lt/100 km (48,4 km/l) *

Partida elétrica

Bateria YTZ6V 12 V/5 Ah MF

Capacidade ACG 250W/5.000rpm

Embreagem Multi-disco humedecida com molas helicoidais

Transmissão 6 Velocidades

Transmissão final por corrente

Quadro em aço configuração diamante

Dimensões (CxLxA) 2.015 mm x 820 mm x 1.055 mm

Distância entre eixos 1.345 mm

Ângulo da coluna da direcção 24,2°

Avanço (trail) 90,2 mm

Altura do assento 816 mm

Distância mínima ao solo 140 mm

Peso em ordem de marcha 126 kg

Suspensão dianteira telescópica invertida de 41mm

Suspensão traseira Mono amortecedor

Pneus Dianteiro 110/70R-17 M/C 54H

Pneus Traseiro 150/60R-17 MC/C 66H

Freio dianteiro Disco único de 296 mm com pinça de quatro pistões

Freio traseiro Disco único de 220mm com pista simples

Painel LCD

Farol Frente LED com 13W (médio), 8,8W (máximos)

Farol Traseiro LED com 2,5W (stop), 0,4W (luz traseira)