Fábrica da Triumph em Manaus atinge marca expressiva

Volume foi de 30.000 motos montadas

Fábrica da Triumph em Manaus atinge marca expressiva






A Fábrica da Triumph, localizada em Manaus (AM), atingiu no último dia 3 de fevereiro a expressiva marca de 30.000 motocicletas montadas em pouco mais de sete anos de operação no Brasil. A unidade foi inaugurada em 1º de outubro de 2012, montando apenas três modelos (Bonneville T100, Speed Triple e Tiger 800XC), e hoje já é responsável pela montagem de 20 modelos – ou seja : 100% das motocicletas comercializadas no mercado brasileiro. Até dezembro, com os lançamentos previstos para este ano, 24 modelos serão montados em Manaus“Este resultado demonstra o quanto a Triumph aposta no Brasil a médio e longo prazo. Continuamos investindo para produzir motocicletas que sempre superam as expectativas dos nossos clientes”, afirma Renato Fabrini, General Manager da subsidiária brasileira.

“Em 2020, nossa meta é montar mais de 6.000 motos em Manaus, volume que será um novo recorde de produção para a unidade”, afirma Leandro Oliveira, Gerente da Fábrica e responsável pela sua implantação, em 2012. No ano passado, foram montadas 5.230 motos lá. A Fábrica de Manaus tem capacidade instalada para produzir cerca de 8.000 motos por ano. Atualmente são montadas 35 motocicletas por dia na unidade, entre os diversos modelos disponíveis nas Concessionárias brasileiras. Em 2012, eram somente sete motos por dia. “A cada 13 minutos, uma nova motocicleta sai da linha de produção totalmente pronta”, conta Oliveira. Ele lembra que os diferentes modelos passam por diferentes estações de trabalho e, por isso, diversos processos são feitos simultaneamente em várias motos – daí a explicação para uma moto liberada a cada 13 minutos.

Um bom exemplo dessa grande expansão são as motocicletas clássicas. Em 2012, quando a unidade foi inaugurada, por exemplo, a empresa montava em Manaus apenas um modelo desse segmento, a Bonneville T100. “Hoje, 15 modelos de clássicas saem da linha de montagem no Brasil, tornando a Triumph a marca com o portfólio mais completo do segmento premium de motocicletas no País”, acrescenta Fabrini. Em 2015, a unidade passou por uma grande expansão. Sua área construída passou de 1.850 m² para 3.000 m². O número de funcionários também vem crescendo ano a ano, passando de 19 trabalhadores em 2012 para os atuais 62. Com isso, a capacidade produtiva da linha também foi significativamente ampliada, saltando das 5.000 motocicletas iniciais para as 8.000 unidades por ano hoje em dia. A fábrica já recebeu, desde sua inauguração, cerca de US$ 13 milhões em investimentos.