Brasileiro de Rally Cross Country

Frio e chuva serão os grandes adversários da competição

Brasileiro de Rally Cross Country
Tunico Maciel, da Honda Racing, líder das motocicletas no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Crédito: Gustavo Epifânio/DFotos/Mundo Press
Brasileiro de Rally Cross Country
Brasileiro de Rally Cross Country
Brasileiro de Rally Cross Country
Brasileiro de Rally Cross Country






O Rally Caminhos da Neve, válido pela terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, acontece neste sábado e domingo (6 e 7), em São Joaquim (SC). Para encarar a disputa, com 370 quilômetros no total, os pilotos Tunico Maciel, Jean Azevedo, Gregorio Caselani e Bissinho Zavatti estão de olho na previsão do tempo, que promete chuva, muito frio e temperaturas abaixo de zero.

Líder do campeonato na classificação geral das motos e na categoria Production Aberta, Tunico Maciel quer manter a ponta da classificação.

"Não será uma prova fácil, pelo contrário, será bem desgastante pelo frio e chuva. É uma região com pedra e que estará escorregadia. Por isso, a cautela será primordial. Quero fazer uma prova boa, sólida e estar bem preparado para o nosso foco principal da temporada, que é o Rally dos Sertões. Para ser campeão brasileiro, o piloto precisa ser bom na areia, barro, cascalho, calor e frio. E eu estou pronto para enfrentar todos esses desafios", ressalta o mineiro, que acelera a Honda CRF 450RX

 

Vencedor da primeira edição do Rally Caminhos da Neve, no ano passado, Gregorio Caselani tem a vantagem de conhecer bem a região.

"É o tipo de lugar que estou mais acostumado a andar. Pretendo forçar, largar na ponta e, claro, ganhar. Se não chover, estamos no lucro", prevê o gaúcho vice-líder da Super Production e quarto colocado na geral das motos.

 

Para Jean Azevedo, dez vezes campeão brasileiro de Rally Cross Country, a competição exigirá muito dos pilotos.

"Promete ser uma prova bem mais fria que nos últimos anos. A previsão é até de neve de sábado para domingo. Se tiver gelo por cima, a atenção tem que ser redobrada. Esta é a última prova antes do Rally dos Sertões e temos que tomar muito cuidado para evitar qualquer adversidade", destaca o paulista top 5 do Rally Dakar e heptacampeão do Rally dos Sertões. No Brasileiro, ele ocupa o terceiro lugar na categoria Super Production e o quinto na geral.

 

Representante do esquadrão vermelho na Rally Brasil, classe exclusiva para motos de fabricação nacional, Bissinho Zavatti testará a Honda CRF 250F nessas condições extremas de frio e chuva.

"É uma prova totalmente diferente do clima de onde eu moro, que é muito calor. Já estive no ano passado nessa prova e sei bem como é. Estou focado, preparado, quero me proteger bastante do frio e pensar mais na paisagem bonita do local para tentar sair com o melhor resultado possível", diz o líder da categoria nacional, que é de Monte Alto (SP).

 

A equipe Honda Racing de Rally Cross Country é patrocinada por ASW, Michelin, DID, Seguros Honda e Óleo Genuíno Honda.
 

Programação 2º Rally Caminhos da Neve
Parque de Apoio: Parque Nacional da Maçã
Rua Urubici, s/n - São Joaquim (SC)


Sexta-feira 5/7
11h às 18h – Vistoria administrativa – Parque de apoio
14h às 18h – Apresentação para vistoria técnica CBM – Todas as categorias
18h às 19h – Segunda vistoria técnica CBM– com multa
18h30 - Briefing
20h - Largada promocional

Sábado 6/7
8h30 – Largada do Parque de Apoio 
9h – Largada da 1ª moto na especial 
13h30 – Previsão de chegada da 1ª moto 
Super Prime
20h – Briefing

Deslocamento inicial: 6 km
Especial (trecho cronometrado): 156 km
Deslocamento final: 15 km
Total do dia: 177 km


Domingo 7/7
7h30 – Largada Parque de Apoio – Retira de GPS da Organização – DI 54 km
9h – Largada 1ª Moto na Prova Especial – SS1 136 Km
11h – Previsão de Chegada 1ª Moto – DF 3km
16h – Premiação - Pavilhão de Exposições – Parque Nacional da Maçã

Deslocamento inicial: 54 km
Especial (trecho cronometrado): 136 km
Deslocamento final: 3 km
Total do dia: 193 km

 

TOTAL DO PERCURSO: 370 km (292 km de especiais)